como sobreviver submerso.
Domingo, 21 de Novembro de 2010
Sex shop

Diz que vai abrir uma sex shop oriental. Ou melhor, com produtos orientais. Mas não apenas chineses, que isso podia transmitir a ideia de material barato e sem qualidade. Explica que ainda existe muito mistério, muita construção de fantasias, em torno dos orientais – e especialmente das orientais. «Um vibrador com um nome que pareça oriental – flor de lótus, ou shinkansen, por exemplo – adquire logo uma aura especial.» E depois haverá roupa interior e objectos estranhos e cremes que até podem nada ter a ver com sexo («Estou convencido de que podia vender Atrix enfiado num tubo com a designação 'Sushi Pleasure Enhancer' sem dificuldades, pá. Está tudo na cabeça e os clientes iam achar que aquilo dava resultado. E mal não lhes fazia: deixava-lhes a pele mais suave.») mas que poderão ser vendidos por preços exorbitantes («A Chanel vende água perfumada a quinhentos euros o litro e nem é suposto ajudar nas erecções...») se as pessoas desconfiarem que sim. Planeia comercializar peluches eróticos («Serão fantásticos para festas de despedida de solteiro e tretas similares»), e convida quem o ouve a imaginar o divertido que será colocar um macaco japonês a ter relações sexuais com um panda chinês. Promete quimonos de cabedal, com incrustações metálicas, orifícios e fechos (não há trejeito de horror que o faça hesitar). Diz que disponibilizará objectos hi-tech, com chips, luzinhas, músicas (orientais, sempre orientais) que arrancarão nos momentos certos, câmaras microscópicas e ligação wi-fi para download imediato de imagens e vídeos para o Facebook. («Tudo made in Japan ou Korea ou, vá lá, Taiwan, mas nada made in China, que o rótulo faz diferença no preço que se pode cobrar.») Gosta de imaginar os clientes tentando descobrir como usar um vibrador vendido com o rótulo vibrador transversal. («'Transversal' por causa do que se costumava dizer do sexo das orientais, estás a ver? Mas claro que o vibrador vai igual aos outros; àqueles mais sofisticados, bem entendido.» E se lhe perguntarem como é que se usa? Sorri. «Fácil. Digo-lhes: experimente da forma em que está a pensar e depois vá inovando. Do que as pessoas precisam é de pensar que são ousadas, que estão a chegar mais longe do que o parceiro do lado... ou pelo menos tão longe quanto ele. Sabes o que se diz: o cérebro é o verdadeiro órgão sexual.») Quer instalar a loja num centro comercial («Reparaste que em nenhum dos principais há sex shops?») e já tem nome para ela. Gosta de o dizer depressa e em voz alta porque, garante, se obtém um efeito tipicamente oriental. «Vou chamar-lhe 'Glande e Clitóris', pá. Não é de génio?». Anda entretido a pensar no logótipo: não sabe se é melhor arranjar um símbolo oriental sugestivo, se colocar apenas um ponto de exclamação («com duas pintinhas em vez de uma, assim lado a lado, o que é que achas?») a seguir ao nome.



publicado por José António Abreu às 23:27
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Sílvia a 23 de Novembro de 2010 às 09:25
Que grande confusão de ideias...
Ponderação e consistência precisam-se. Ah! e originalidade quanto ao nome comercial... De resto (se houver) será uma boa ideia, à excepção do macaco chinês e do panda japonês. Excelente espírito empreendedor (eheh). 


De sexshop a 26 de Novembro de 2010 às 13:49
"glandeeclitoris" diga bem rápido, parece mesmo "oriental", hahahahhaha, será meu novo mantra...


Comentar post

dentro do escafandro.
pesquisar
 
Janeiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


à tona

Speaker do parlamento bri...

Imagens recolhidas pelas ...

Com o Douro por cenário: ...

Paisagens bucólicas: 105

Momentos com significado

Imagens recolhidas pelas ...

Imagens recolhidas pelas ...

Imagens recolhidas pelas ...

Paisagens bucólicas: 104

Imagens recolhidas pelas ...

Imagens recolhidas pelas ...

Imagens recolhidas pelas ...

Paisagens bucólicas: 103

Imagens recolhidas pelas ...

Imagens recolhidas pelas ...

Das formas e cores: 48

Imagens recolhidas pelas ...

Imagens recolhidas pelas ...

Das formas e cores: 47

Imagens recolhidas pelas ...

Das formas e cores: 46

Imagens recolhidas pelas ...

Cães e gatos pela cidade:...

Paisagens bucólicas: 102

Como Douro por cenário: 8...

Paisagens bucólicas: 101

Imagens recolhidas pelas ...

Imagens recolhidas pelas ...

Paisagens bucólicas: 100

Imagens recolhidas pelas ...

30 comentários
22 comentários
reservas de oxigénio
tags

actualidade

antónio costa

blogues

cães e gatos

cinema

crise

das formas e cores

desporto

diário semifictício

divagações

douro

economia

eleições

empresas

europa

ficção

fotografia

fotos

governo

grécia

homens

humor

imagens pelas ruas

literatura

livros

metafísica do ciberespaço

mulheres

música

música recente

notícias

paisagens bucólicas

política

porto

portugal

ps

sócrates

televisão

viagens

vida

vídeos

todas as tags

favoritos

(2) Personagens de Romanc...

O avençado mental

Uma cripta em Praga

Escada rolante, elevador,...

Bisontes

Furgoneta

Trovoadas

A minha paixão por uma se...

Amor e malas de senhora

O orgasmo lírico

condutas submersas
subscrever feeds